Sociedade Online

 
 
Polícia

Situação de presídio no Maranhão é crítica

Presos ordenam estupros dentro e fora do presídio Publicada por Cristina Sena às 16:05, 27/12/2013

A Ordem de Advogados do Brasil (OAB) recebeu uma denúncia em que mulheres estavam sendo estupradas por ordem de líderes de facções criminosas do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, localizado em São Luís, capital do Maranhão. As vítimas dos estupradores eram parentes dos presidiários que não eram ligados as facções.

Na última terça-feira (17) houve uma rebelião no presídio, na qual nove pessoas morreram. Após esse fato, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) enviou uma comitiva para vistoriar o complexo. A Penitenciária tem capacidade para 1700 presos porém comporta 2500 detentos. O governo maranhense tem até 06 de janeiro para se justificar e tomar medidas.

Mais Notícias